As constelações zodiacais

Por Plínio Fasolo
 

    Como resultado do movimento de translação da Terra em volta do Sol (uma volta em um ano), visto da Terra, o Sol transita sobre 13 constelações. São as constelações zodiacais que, além de servirem de fundo para o trânsito do Sol, também servem de fundo para o transito dos planetas e da Lua. 
    A parte da carta celeste apresentada abaixo mostra a zona equatorial do céu estendida em torno do ponto vernal (marca alaranjada no centro da carta). 
 
    O ponto vernal é o cruzamento da "eclíptica" (caminho do Sol sobre o fundo de estrelas durante o ano) com o "equador celeste" (projeção do equador terrestre sobre a esfera celeste). O ponto vernal marca também a posição do Sol no equinócio de 21 de março. O ponto vernal, que hoje se encontra no interior da constelação de Peixes, há 2.200 anos atrás estava em Aries. No futuro ele irá entrar em Aquário e lentamente irá percorrer as demais constelações zodiacais. Será necessário passar 26.000 anos para o ponto vernal voltar ao mesmo ponto. 
    Já o Sol movimenta-se ao longo da eclíptica deslocando-se aproximadamente 1grau por dia. Dia 21 de março ele estava no ponto vernal (ponto laranja). Dia 31 de maio ele estava em Touro (ponto amarelo), portanto, esses dois pontos estão distantes 70 graus um do outro. 
    A astronomia moderna realizou o mapeamento do céu definindo precisamente as fronteiras entre as constelações ("grid" de linhas poligonais brancas). 
    A animação a seguir mostra 13 constelações sobre as quais o Sol transita durante um ano. A Terra, com seu movimento de translação, coloca o Sol sobre as diferentes constelações zodiacais. Como as constelações possuem diferentes dimensões, o período que o Sol permanece sobre cada uma delas é diferente um do outro.
 
Carneiro (Aries): 20 de abril - 13 de maio
Touro: 13 de maio - 21 de junho
Gêmeos: 21 de junho - 20 de julho
Caranguejo (Câncer): 20 de julho - 11 de agosto
Leão: 11 de agosto - 18 de setembro
Virgem: 18 de setembro - 1º de novembro 
Balança (Libra): 1º de novembro - 22 de novembro
Escorpião: 22 de novembro - 1º de dezembro
Ofiúco: 1º de dezembro - 19 de dezembro
Sagitário: 19 de dezembro - 19 de janeiro
Capricórnio: 19 de janeiro - 18 de fevereiro
Aquário: 18 de fevereiro - 13 de março
Peixes: 13 de março - 20 de abril

    Os leigos em Astronomia mas familiarizados com a "astrologia" poderão estranhar as diferenças existentes entre os períodos mencionados acima com aqueles informados pelos astrólogos na organização dos horóscopos. A astrologia dividiu o trânsito anual do Sol em 12 partes (12 sígnos) há mais de dois mil anos atrás, quando o equinócio de 21 de março (Sol no ponto vernal) ocorria sobre a constelação de Aries. O movimento de precessão do eixo terrestre, durante esse tempo, trouxe o ponto vernal para a constelação de Peixes. Como a astrologia não considerou tal movimento, suas informações sobre o posicionamento do Sol relativamente às constelações de fundo não correspondem ao que se observa atualmente.